O CENPRHE ‘’Centro de Promoção Humana Emanuel’’
está completando 20 anos! Duas décadas transformando vidas

Sua criação precedeu a da mantenedora, a Associação Varzeagrandense Madre Tereza de
Calcutá que foi criada em 2009. Hoje, com três Prêmios Itaú Unicef, um Prêmio Fundación
MAPFRE, dois Prêmios Melhor ONG do Mato Grosso e um Prêmio Melhores ONGs 2023
compõem o rol das 100 Melhores Organizações Sociais do Brasil, reconhecimento este,
selado pelo Instituto Doar e pela organização social O Mundo Que Queremos.

Nestes 20 anos, mais de três mil e quinhentas crianças e adolescentes frequentaram os
programas e projetos oferecidos pelo CENPRHE/Associação Varzeagrandense Madre Tereza de
Calcutá, milhares de parceiros e uma centena de colaboradores contribuíram para que as
páginas de sua história fossem escritas com eficácia, eficiência e efetividade.

Nesta página, em particular, queremos homenagear meninas e meninos que fizeram e/ou
ainda fazem parte do CENPRHE. Eles e elas e muitos outros, de fato, nos honram com sua
trajetória de vida, confirmam o impacto dos programas, atividades, projetos e políticas
socioeducativas adotadas pelo CENPRHE e continuam validando nossa missão de “contribuir na educação
integral de crianças e adolescentes, em diálogo permanente com a família, a escola e o território”.

Jeslaine Silva da Costa
Jeslaine começou a atuar no CENPRHE em 2004.
Era a caçula do grupo de jovens que atuava juntamente com as fundadoras. Lidava bem com as crianças menores e era chamada de ‘monitora mirim’. Proativa, sonhadora, dinâmica …. vimos a Jeslaine passar pelo ensino médio, pela faculdade de pedagogia e por duas pós graduações.
Após a criação da mantenedora – a Associação Varzeagrandense Madre Tereza de Calcutá – Jeslaine foi contratada como orientadora social e atuou, por vários anos, como integrante do grupo de educadores sociais do CENPRHE. Hoje, Jeslaine atua como professora em unidades de ensino particular e colabora como voluntária, nos eventos realizados pelo CENPRHE.
Gratidão, Jeslaine!!!

Kennid Richely da Silva Teixeira
Em 2004, o Kennid participava dos grupos de meninos atendidos pelo CENPRHE e já se destacava pela criatividade e integridade que lhe são próprias e pelas marcas que deixa em tudo aquilo que realiza: foco e entrega. Em 2015, quando a Assoc. Varzeagrandense M. Tereza de Calcutá passou a contar com o apoio da Fundação Abrinq, o Kennid veio integrar a equipe de educadores do CENPRHE. Como instrutor de danças e de teatro musical, é agente de grandes transformações na vida das crianças e dos adolescentes atendidos. Tendo se formado em Comunicação Social, desde 2022, é também nosso técnico em comunicação. É ele quem mantém nosso site soft e atualizado e as redes sociais atraentes e voltadas para a valorização das diferenças e o protagonismo do público atendido. Vai, Kennid!

Ketty Sonaira Teixeira
Criativa, destemida, dinâmica… foi assim que a Ketty se mostrou desde o início de sua atuação no CENPRHE, em 2004, quando, ainda adolescente, liderava o grupo de jovens no atendimento oferecido às crianças. Com a criação da mantenedora do CENPRHE – a Associação Varzeagrandense Madre Tereza de Calcutá – Ketty foi uma das primeiras colaboradoras a ser contratada formalmente. Nestes anos, ela se especializou (é esteticista!), atuou em outras empresas, casou-se, tornou-se mãe, mas continuou comprometida com o CENPRHE, onde vinha trabalhando como analista financeira, contribuindo para a fluidez dos processos e para a transparência das ações.

No início de 2024, isto é, 20 anos após a fundação do CENPRHE, aquela adolescente criativa, dinâmica e destemida assumiu a função de gestora do CENPRHE. Você é 10, Ketty!

Kelly Sabina Teixeira
Kelly também fez parte do grupo de jovens que apoiou as fundadoras quando o CENPRHE ainda estava sendo gestado. Comunicativa e dinâmica, animava os momentos de recreação com as crianças, criando coreografias e conduzindo os eventos realizados com as famílias e a comunidade. Nestas experiências, Kelly descobriu sua vocação de educadora e tendo cursado pedagogia e se especializado como psicopedagoga, hoje atua na rede de ensino público e como educadora de suporte no aprendizado do CENPRHE. Kelly se destaca como decoradora e é também a apresentadora-âncora dos eventos do CENPRHE.
Fluente no português, traz alegria e leveza para estes momentos.
Gratidão, Kelly!

Dayana dos Santos Ferraz
Dayana chegou em 2005, segundo ano do CENPRHE, e veio para ampliar e fortalecer o grupo de jovens que conduzia, com as fundadoras, as atividades oferecidas às crianças. Focada e determinada, já mostrava jeito para a profissão que escolheria no futuro. Terminado o ensino médio, fez faculdade de Pedagogia e pós graduação em psicopedagogia e integrou a equipe de educadoras sociais do CENPRHE. Nos anos seguintes lecionou em uma escola particular de Várzea Grande, sem se desligar da missão que impulsionou sua escolha profissional.

Em julho de 2023, Dayana foi convidada e aceitou a função de coordenadora pedagógica do CENPRHE e, continua atuando, com esmero, na execução da proposta pedagógica da Associação orientando educadoras sociais e instrutores das oficinas educativas. Contamos com você, Dayana!!!

Kaline Maria Arruda Beraldo da Silva
Folheando os álbuns de fotografias do CENPRHE, desde o início, encontramos a Kaline em muitas páginas, participando dos desfiles, das apresentações de dança, das atividades recreativas… centrada, discreta, presente! Aquela menina cresceu, foi à luta e formou-se em serviço social. Hoje está casada, é mãe e, desde 2023, compõe a equipe de educadoras do CENPRHE. Com fala mansa, sorriso cativante e palavras sopesadas conduz o grupo de crianças a ela confiadas destacando-se pela discrição e sensatez.
Kaline, você é parte do CENPRHE! Você nos orgulha!

Julyana Fernanda Soares
Julyana estava no início da adolescência quando veio participar das oficinas de música, teatro e dança do CENPRHE e, mais tarde, do coletivo Projovem, destacando-se e protagonizando em todas as áreas. Participativa, queria colaborar e sua liderança era visível. Terminado o ensino médio, Julyana formou-se em técnico de enfermagem e atuou em hospitais públicos de Cuiabá, mas quis ir além e foi… Julyana está terminando o curso de Medicina com a perspectiva de ser uma profissional competente, solidária e comprometida com a saúde e a vida de muitos brasileiros. Temos orgulho de você, Julyana!!!

Vitória Suelen Pereira Neres
Vitória tinha apenas oito anos quando começou a frequentar o CENPRHE. Cresceu ali, participando das oficinas de capoeira, esporte, música e, como cantava bem!!! Menina ainda, gostava de colaborar na organização dos espaços e já eram evidentes seus dotes de pessoa dinâmica, focada e comprometida. Hoje, Vitória está casada, é mãe, trabalhadora e estudante – frequenta o curso de tecnólogo em serviços jurídicos cartorários e notariais –, atua como voluntária do CENPRHE e, ainda, é a atual vice-secretária da Assoc. Varzeagrandense M. Tereza de Calcutá. Sua trajetória comprova os impactos que o CENPRHE é capaz de gerar na vida de crianças e adolescentes.
Parabéns, Vitória!